A marca alemã confirmou que suspenderá o programa de participação no mundial de resistência no final de 2016, para apostar nos fórmula elétricos.

A Audi anunciou que, no final da presente temporada, suspenderá o programa de participação no mundial de resistência (WEC) em troca com uma aposta na Fórmula E. A marca de Ingolstadt confirmou que todos os 300 funcionários da Audi Sport transitarão para a nova competição. O chairman da Audi, Rupert Stadler, justificou: “a nossa aposta em modelos de produção elétricos é cada vez maior, por isso os nossos modelos de competição, os que estão na vanguarda tecnológica, também o terão de ser”.

Esta saída do WEC coloca um ponto final a 18 anos de corridas com protótipos nas competições de resistência. Nesse período, a Audi ganhou Le Mans por 13 vezes, sendo a segunda marca mais bem-sucedida, só superada pela Porsche, com 18 vitórias. Neste desafio na Fórmula E, a Audi focar-se-á, a partir de outubro, na equipa ABT Schaeffler Audi Sport Team. Posteriormente, o objetivo é evoluir para uma equipa de fábrica.

A decisão da Audi poderá também estar relacionada com a nova política de redução de custos, na sequência do Dieselgate.

Assine Já

Edição nº 1449
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes